Turismo rural: o que fazer em 3 dias no interior do Rio de Janeiro

Uma boa opção em um feriado prolongado, é buscar viajar para um lugar tranquilo para recarregar as energias. O turismo rural ou mesmo o ecoturismo são boas dicas para quem deseja unir lazer, diversão e descanso.


As atividades têm uma alta na procura pelos turistas, pois cada vez mais as pessoas sentem a necessidade de se desligar de suas rotinas atribuladas.


E, quem pensa que o Rio de Janeiro é apenas agito, praias cheias e festas badaladas, se engana. O interior do estado é muito rico, pois tem grande carga histórica e cultural. Além disso, possui diversos hotéis fazendas com boas opções de lazer e diversão.


As cidades do interior contam com belas paisagens, cachoeiras e rios, trazendo várias atividades para o turismo de aventura. Além disso, os hotéis e pousadas tem espaços aconchegantes para descanso, passeios guiados, assim como uma boa culinária.

Se você tem interesse em conhecer o interior do Rio de Janeiro, nós preparamos dicas do que fazer em 3 dias no Vale do Rio Preto. Acompanhe!


Conheça o Vale do Rio Preto


A região conhecida como Vale do Rio Preto é a que engloba os municípios de Valença, no estado do Rio de Janeiro, e os municípios de Santa Rita de Jacutinga e Rio Preto, já no estado de Minas Gerais.


É um dos recantos do interior destes dois estados recheado de história do Brasil, onde existem fazendas históricas, caminhos antigos e histórias. Além disso, a região toda tem uma beleza ímpar com cachoeiras de tirar o fôlego, serras de vistas, paisagens sensacionais e boa comida.


Dia 1: Visita guiada à Fazenda Santa Clara


A Fazenda Santa Clara já foi cenário para minisséries e novelas e é conhecida por ter sido a segunda maior fazenda do Brasil em números de escravos. A antiga fazenda é um dos atrativos culturais de Santa Rita de Jacutinga, cidadezinha do interior de Minas Gerais.

Sua beleza rústica e sua (triste) história podem ser conhecidas de perto em uma visita guiada de cerca de 1 hora, indicada para quem aprecia o turismo cultural e quer ver de perto a imponente construção do final do século XVIII, que ainda conserva seus traços originais.


Os 6 mil m² da impressionante construção colonial datam de um período entre 1760 e 1780, época que a Coroa Portuguesa cedeu as terras nas margens do Rio Preto à família Bustamante Fortes.


São 12 salões, um para cada mês do ano, 52 quartos, um para cada semana do ano, e 365 janelas, uma para cada dia do ano. Mas, 24 delas são pintadas, curiosamente, no local onde está localizada a senzala. Móveis, utensílios, fotografias e outros objetos originais da época ainda estão por lá.


Após a visita guiada, uma das dicas é conhecer também a Cachoeira Santa Clara. No verão, o lugar é muito indicado para se refrescar.


Por estar em meio à mata fechada, o que acaba deixando o local com pouca insolação, o melhor horário para curtir a água gelada é no pico do sol, ao meio dia. Com um pouco menos de 1Km de caminhada, o que faz com que, apesar de difícil, não seja tão complicada de ser feita por todos, é um passeio para ir em poucos.


Para visitar o local, é necessário fazer um agendamento prévio para ter o acompanhamento profissional. Além disso, é bem importante levar repelente e ir com com tênis confortável para a caminhada.


> Descubra o que levar para uma viagem no campo


Dia 2: Descubra os encantos de Conservatória


Conservatória é um distrito de Valença (RJ), e possui diversas atrações para turistas que gostam de história e cultura.


O distrito ficou famoso pela tradicional seresta. Ela começou em 1938, quando um grupo de violeiros apaixonados saiu pela madrugada para cantar diante da janela de suas musas. A cantoria agradou não só às moças como a vila inteira e dura até hoje.


As serenatas embalam a cidadezinha nas noites de sexta e sábado e nas manhãs de sábado e domingo, quando músicos e turistas saem pelas ruas emolduradas por prédios coloniais entoando cantigas de amor e recitando poemas.


As atrações de Conservatória, porém, não se restringem ao tema seresta. No Cine Centímetro, a sessão única de sábado é concorrida e leva à tela musicais americanos dos anos 50 e 60. O espaço, montado no quintal da casa de um apaixonado pela Sétima Arte, é uma réplica reduzida do antigo Cine Metro Tijuca, inaugurado no Rio de Janeiro em 1941 e demolido em 1977.


Aberto a visitação, o charme fica por conta dos objetos originais do antigo cinema, como móveis, pedaços de tapete, lustres, bilheteria e projetores.


Dia 3: Mirante Serra da Beleza


A Serra da Beleza é um dos tantos outros locais que vale ser conhecido na região. O próprio nome sugere o que você irá encontrar nessas curvas e subidas da região.

O lugar tem algo de mágico e místico e, não só por ser um ponto de convergência de ufólogos, mas por ter um ar leve, uma beleza única e ser o ambiente ideal para contemplar as belezas que a natureza pode fazer.


Além disso, junto ao local tem um delicioso restaurante. Para quem gosta de comida mineira, não pode deixar de conhecer.


No restaurante Beleza da Serra, você não pode deixar de provar a costelinha com goiabada. Também vale olhar o cardápio todo e se deliciar com uma comida cheia de sabor.

O ambiente é simples e muito aconchegante. Ponto de encontro para uma cerveja gelada no final da tarde, jogar papo fora e dar risadas em meio aos amigos e familiares. Se o tempero é destacado - bem típico da culinária mineira - o preço é justo. Ou seja, ao colocarmos numa relação custo x benefício é um passeio à ser feito seja para o almoço ou jantar durante sua estadia na região.


Dica bônus: hospedagem


Na região, e bem próximo desses pontos turísticos, fica a Fazenda São Fernando. O local é uma fazenda história do ciclo do café, e fica em Valença.


Ao chegar na Fazenda São Fernando, o visitante tem a sensação de haver descoberto uma pequena cidade cenográfica em meio à natureza. A vista aérea do terreno confirma esta impressão, tamanha a beleza do projeto arquitetônico original do período colonial. Seu valor histórico já foi inclusive identificado por profissionais de televisão, que escolheram a fazenda como locação para as novelas de época Terra Nostra e Rei do Gado.


A casa onde fica o hotel é extremamente aconchegante e traz toda a tranquilidade e conforto, para desfrutar de dias de descanso.

3,919 visualizações

Estrada Coronel Cardosos s/n°

Conservatória/Valença- Rio de Janeiro

Siga-nos

 

  • Face Fazenda São Fernando
  • Instagram FSF
  • apple-touch-icon
  • @fazsao_fernando
  • Branca Ícone LinkedIn

Menu

Receba as nossas novidades

  • Facebook FSF
  • Instagram FSF
  • @fazsao_fernando
  • Branca Ícone LinkedIn